terça-feira, 1 de janeiro de 2019

PRESIDENTE, A IDEOLOGIA É VIVA E VIDA!

Sr. Jair Messias Bolsonaro,

Vossa Excelência foi eleito com cerca de 58 milhões de votos, extraídos de um total de 147 milhões de brasileiros. Portanto, sugiro cuidado quando proclama o fim da ideologia junto aos seus seguidores mais desalinhados com a inteligência, que estampam camisetas inspiradas em seus discursos ignóbeis como "Meu Partido é o Brasil".

Nada é tão ridiculamente contraditório com o suposto fim da ideologia, quando em seu discurso de posse você fala que "as escolas formarão os jovens para o mercado de trabalho e não para fazerem política". Tal trecho do seu discurso, e eu poderia ter pego outros exemplos", deixam claro que o senhor é um ser altamente ideologizado. 

Você deixou sempre muito claro que possui uma "ideia de sociedade" que tentará aprofundar. Se tens uma ideia de sociedade, então Vossa Excelência tem ideologia. Simples, não? Então, seria Vossa Excelência demagogo ou ignorante? Ou as duas coisas?

A sociedade que você idealiza, não me representa. Portanto, a ideologia está muito viva! Será que a sua ideologia representa os cerca de 90 milhões de brasileiros que não votaram no senhor? Será que a esmagadora maioria dos brasileiros que se abstiveram ou votaram contra você e sua ideologia concordam com seus espúrios acordos com grandes ruralistas e com alguns grupos religiosos? Será que concordam com a entrega de importantes estatais e riquezas brasileiras a poderosos grupos internacionais? E a sua cisma com a cor vermelha? Tens medo de sangue, Presidente? Diariamente muitos brasileiros pobres morrem no Brasil, por terem dado seu sangue durante toda a vida para gerarem riqueza para uma pequena casta de famílias brasileiras poderosas e para engordar ainda a mais a riqueza de grupos estrangeiros dos países ricos. Eis alguns exemplos para ajudá-lo a pensar: trabalhadores escravos, professores do ensino público, cortadores de cana de açúcar, bancários, operários, vendedores informais de rua, portuários, caminhoneiros, comerciários, catadores de coquinhos para multinacionais de cosméticos, serventes de obras, dentre centenas. 

A geração de riquezas para poucos, através do trabalho de muitos, é um massacre. Acrescente-se a matança promovida pelas polícias oficiais e extraoficiais de negros e pobres de todos os tipos, então só você e seus seguidores mais radicais não percebem que o Brasil é vermelho sangue.

Finalmente, Bolsonaro, quão estúpida é a frase "Brasil acima de tudo." Brasil é uma abstração, concretamente o país é composto de classes sociais, segmentos sociais, grupos de interesses, movimentos identitários, enfim, somos um "continente" cheio de contradições entre diversos subconjuntos que formam o conjunto Brasil. Portanto, desculpe-me, mas quando o senhor disse que governaria para todos, falou a sua primeira mentira como Presidente da República. Você tem que escolher para quem vai governar, pois há interesses que não se conciliam. E, francamente, eu mais 90 milhões de brasileiros, sabemos para quem você vai governar.

Nos vemos por aí no embate ideológico,

Joaquim Barros
Membro da União Brasileira de Escritores

quarta-feira, 2 de maio de 2018

AULAS PARTICULARES - GRANDE TIJUCA

Hoje o blog abre espaço para promover um trabalho diferenciado do modelo tradicional de aulas particulares e acompanhamento de estudos.

Faço parte do grupo que além de professores conta com um Pedagogo.

Texto dos Educadores:


"Nós somos Educadores Particulares e a nossa proposta de ensino se baseia nas mais avançadas metodologias ensino-aprendizagem. Por falar nisso, temos um Pedagogo na equipe que está sempre atento às melhores tendências e práticas educativas no Brasil e no mundo.

Somente começamos as aulas depois de realizarmos um mapeamento minucioso das reais necessidades de cada estudante. Somos diferenciados neste aspecto e não cobramos nada para fazer o diagnóstico, que se dá através de uma entrevista, inclusive com a participação do responsável pelo estudante, caso o mesmo queira e/ou tenha disponibilidade para participar.

Estamos localizados na Tijuca, bairro do Rio de Janeiro, muito próximos aos seguintes bairros: Andaraí, Centro, Estácio, Grajaú, Maracanã, Muda, Rio Comprido, Usina e Vila Isabel.

As nossas aulas são presenciais, mas oferecemos aos estudantes contatos virtuais pelo Skype para que possam tirar dúvidas repentinas e/ou complementares ao que foi estudado presencialmente.

Procure-nos, tire as suas dúvidas e peça uma cotação. Estamos disponíveis no Messenger e no email educadoresdorio@gmail.com e no facebook na página Educadores Particulares do Rio

Equipe Educadores Particulares do Rio

terça-feira, 7 de novembro de 2017

REVOLUÇÃO RUSSA E O FUTURO

Hoje, 7 de novembro de 2017, faz 100 anos da maior Revolução sob inspiração Socialista, popular e marxista em sua base doutrinária. 

Um século depois reverenciamos o fato de grandeza histórica e singular, pois a análise concreta da História e sua disseminação analítica, crítica e reflexiva são fundamentais para os desafios do povo no mundo presente. 

A exploração contra o povo encontra-se num estágio nunca visto em quase todo o planeta, com raras exceções.

Olhar para o passado para acumular informação; compreender o presente para contribuir com a conscientização e sonhar com o futuro como o resultado de vários processos que só desembocarão no SOCIALISMO ou na BARBÁRIE!


sábado, 28 de outubro de 2017

POESIA: VIDA E SENTIDO

A poesia Vida e Sentido dá nome ao meu segundo livro, publicado pela editora Multifoco do Rio de Janeiro em 2015.

Vida e Sentido está escrita em 4 tomos. É uma poesia grande, intensa, dramática e filosófica. Hoje, publicarei a a primeira parte. Espero que gostem.

Excelente domingo!
===================================================================== 

VIDA E SENTIDO       -    Autor: Joaquim Barros


TOMO I

Dogmas não me satisfazem
Não sou uma suposição incondicional
Sou vida, sou animal
Vida que não sei se é
O que de fato sinto por ela
Morte que a dá sentido
Num exaustivo interagir
Que me deixa aflito
Por descobrir.

Sou fé sem milagres
Distingo-me dos meus pares
Internos os pares, pois
Há multiplicidade encarnada na mesma carne
Que alma resiste?

Se o implacável tempo
Este ser perverso que não cede
Faz-me alma em vida
A vida hoje, a vida outrora
E amanhã a morte anunciada
Como viroses de outono,
Com suas nuvens carregadas.

E o sentido da vida
Volta e meia alguém explica
Volta e meia alguém confunde
Sensações sei que são vividas
Para delas nos esquecermos no fim dos dias?
Sentindo medo de que não haja esquecimento
Com o intempestivo tempo me aqueço
Sonhando divergente
Como um ser intransigente
Para que tudo seja diferente.

Aqueci-me em teus braços
Respirei
Senti o que é diferente
Do que nem sei.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

CECÍLIA BERABA NO SOUNDCLOUD

Poesia cantada, resgate de músicas e estilos que marcaram outras gerações, recursos regionais e o melhor de tudo: sua voz bailando em ondas que nos fazem fechar os olhos para sentir dança das suas notas.

Sua verve para compor e cantar misturam-se em momentos de cantos quase falados como quem declama uma poesia. 

Na música Solta, Cecília deixa-nos um sabor de Bossa Nova explícito, enquanto que em Epa Baba as notas e as falas firmes mostram um lado que começa melancólico e outro que termina com a firmeza de uma rocha.

Que tal conhecer o trabalho de Cecília Beraba?






quarta-feira, 26 de abril de 2017

PARAR O BRASIL É PRECISO

Dia 28 de abril de 2017 o Brasil precisa dizer com um grito de indignação que não aguenta mais ver seus direitos sendo retirados por políticos corruptos e/ou defensores dos interesses empresariais.

Desmarque tudo, não vá ao trabalho,  não faça compras, não vá a bares, cinemas, restaurantes. Se você sair, faça para soltar o grito que te sufoca.
Grite contra a reforma trabalhista
Grite contra a reforma da previdência 
Grite contra a depredação do patrimônio brasileiro
Grite contra os impostos abusivos
Grite, grite sem medo,  pois só o povo unido põe medo na corja que tomou o país de assalto.